Organização sindical dos docentes e das docentes da UFMS

Direção ADUFMS-Sindicato consegue reduzir reajuste médio de plano de saúde em 25,93%

Imprimir

9 de fevereiro de 2018

As negociações da direção da ADUFMS-Sindicato com a Unimed nos anos de 2016 e 2017 sempre foram orientadas no sentido de garantir o menor reajuste para as/os associadas/os, sem perder a qualidade no atendimento oferecido. Em 2016 e 2017 a redução chegou 25,93% só na modalidade enfermaria.

No ano de 2016 a proposta apresentada pela operadora inicialmente era de 42% para enfermaria.

Após intensa negociação, a direção da ADUFMS-Sindicato conseguiu que  o  reajuste caísse 20% ficando em 22%. Dessa forma, a mensalidade na modalidade enfermaria saiu de R$ 403,13 para R$ 491,82.

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) fixou em até 13,57% o índice de reajuste a ser aplicado aos planos de saúde médico-hospitalares individuais/familiares no período compreendido entre maio de 2016 e abril de 2017.  O índice oficial serviu de base para negociação com a Unimed, que alegou a majoração de diversos procedimentos e reajustes acima do valor proposto pela ANS. Ficou acordado então o reajuste de 22%.

A versão apartamento apresentou em 2016 reajuste de 13,6%, com o valor fixado em R$ 997,92.

Em dezembro de 2017 a operadora apresentou a proposta de reajuste em 13,43% para as modalidades enfermaria e apartamento. Já na proposta de negociação ficou estabelecido o reajuste de 8% na enfermaria e de 7,5% na modalidade apartamento.

A ANS fixou em até 13,55% o índice de reajuste a ser aplicado aos planos de saúde médico-hospitalares individuais/familiares no período compreendido entre maio de 2017 e abril de 2018. Os valores ficaram abaixo do percentual autorizado pelo governo.

 

Assessoria de Imprensa da ADUFMS-Sindicato