Organização sindical dos docentes e das docentes da UFMS

Assembleia geral de Campo Grande aprova novo regimento interno de seção sindical do ANDES-SN

Imprimir

15 de Março de 2018

A assembleia dos docentes de Campo Grande, reunida na última quarta-feira (14.03.2017), às 8h, no Auditório da FALC-UFMS, aprovou com alterações o novo regimento interno da ADUFMS – Seção Sindical do ANDES. A direção da entidade aguarda o resultado das assembleias nos campi para consolidar e encaminhar a ata final e o respectivo pedido de registro em cartório e a homologação da filiação ao ANDES – Sindicato Nacional. A medida também visar evitar a vacância do ponto de vista de gestão financeira e administrativa da entidade. Garantir que as obrigações estatutárias, como aprovação anual das contas pelo Conselho Fiscal, sejam cumpridas integralmente ao final do mandato.

Professores de Campo Grande aprovam regimento interno, reforma do prédio da ADUFMS e a prorrogação de mandato em até um ano.A assembleia de Campo Grande também aprovou a prorrogação do mandato da atual diretoria para no máximo um ano. A medida visa consolidar o processo de migração da ADUFMS-Sindicato em seção sindical do ANDES. Desta forma o processo eleitoral previsto para acontecer em maio deverá acontecer somente após a regularização jurídica e a consolidação da filiação ao Sindicato Nacional.  Os presentes também indicaram à nova direção colegiada o preenchimento dos cargos vagos na atual diretoria, em razão de doença, aposentadoria ou motivos pessoais. O atual estatuto da ADUFMS-Sindicato era omisso neste ponto e deixava a direção executiva sem alternativa frente a estas circunstâncias.

Em linha gerais, o novo regimento da ADUFMS como seção Sindical do ANDES incorpora as características de representação multicampi da UFMS. Prioriza a discussão e as decisões coletivas. Transforma as atuais seções sindicais em subseções sindicais, com assento na direção colegiada. As reuniões desta instância poderão ser abertas a participação dos filiados. Incorporou também a participação virtual dos representantes sindicais como forma de democratizar as decisões e reduzir custos com diárias e deslocamentos dos participantes.

Prof. Fábio Viduani apresenta slide com a nova fachada da sede administrativa da ADUFMS-Sindicato.

Sobre o pedido de desapropriação da seção sindical da ADUFMS de Aquidauana por parte da UFMS, a assembleia autorizou a direção a fazer as negociações ou os encaminhamentos jurídicos necessários, visto que a construção com recursos próprios da ADUFMS foi autorizada em 2013 pelo Conselho Universitário, na gestão do professora  Célia Maria Correa Oliveira. O procedimento de regularização de cedência ou de comodato não foi encaminhado pelo pró-reitora competente época, entretanto foi feito de boa fé com então direção presidida pelo professor Paulo Aidamus.

A assembleia também aprovou o projeto de reforma fatiada na sede da ADUFMS-Sindicato de Campo Grande. O projeto arquitetônico da nova planta foi projetado em telão.  Regulariza o atual prédio, adequando ao código de obras e uso do solo. O custo total apresentado no memorial prevê investimentos iniciais da ordem de R$ 460 mil, disponível na rubrica conta investimento patrimonial. Cinco empresas apresentaram os projetos, inclusive em parceria com professores da Faeng-UFMS e foi escolhido o que menor orçamento e adaptação às necessidades financeira, administrativa, social e pedagógica da entidade.

A assembleia autorizou a execução da primeira parte da obra que prevê a reforma total do salão de festa da ADUFMS-Sindicato. Contempla banheiro, cozinha, colocação de vidro na fachada na lateral, telhado, isolamento acústico, sistema de segurança e de refrigeração. Também a efetivação de pequenas obras prevendo a acessibilidade em ambos os prédios.

A decisão de reformar primeiramente o salão foi analisada do ponto vista de economia. Gerará mais demanda por aluguel, pois o espaço ficará mais adequado e convidativo para festas e atividades promovidas pela direção, associados ou terceiros.

Assessoria de imprensa da ADUFMS Sindicato.