ADUFMS participa de reunião com Secretário de Saúde sobre Plano Estadual de Vacinação

22 jan, 2021 Adufms

Professores recebem homenagem em celebração ao centenário de Paulo Freire

Nesta quinta-feira, 21/01, a ADUFMS participou de reunião com o Secretário de Saúde do Estado, Geraldo Resende, representada pela Profa. Mara Lisiane dos Santos, membro do corpo docente do INISA (Instituto Integrado de Saúde) da UFMS, pesquisadora de Saúde Coletiva* para discutir o “Plano Estadual de Vacinação para a COVID-19”.

O objetivo do encontro foi reunir entidades estratégicas para apresentar as ações e estratégias para a ampliação da cobertura da imunização no estado, considerando-se que o primeiro lote de vacinas recebidos é insuficiente para a vacinação da população prevista como prioritária e o Mato Grosso do Sul depende integralmente da distribuição das vacinas pelo Ministério da Saúde, ou seja, não há previsão de compra direta dos fabricantes de vacinas contra a COVID-19 por parte do estado.

Além disso, das 4,8 milhões doses do Instituto Butantan prontas aguardando a autorização da ANVISA para uso em território nacional não há nenhuma informação do número de doses que serão destinadas ao Mato Grosso do Sul, segundo Santos, a única certeza, no entanto, é que certamente não suprirá a demanda. “Infelizmente o número de doses disponíveis no país atualmente é insuficiente para vacinar o grupo prioritário (profissionais da saúde da linha de frente no combate à COVID-19, idosos institucionalizados e os trabalhadores dessas instituições, indígenas com mais de 18 anos e os idosos com mais de 75 anos)”, comprovou a professora.

De acordo com Santos, nesse cenário caótico, a educação têm sido uma das áreas afetadas de maneira substancial. “Em relação à área da educação, questionamos os motivos pelos quais os profissionais dessa categoria não são mencionados no Plano Estadual de Vacinação (versão 1, de 14/01/2021), embora no Plano Nacional de Imunização esse grupo esteja contemplado. O secretário informou que são decisões orientadas pela área técnica da SES.” 

No entanto, segundo a Professora, no final da tarde de ontem, após a reunião com o Secretário, os representantes das unidades receberam a versão 2 do Plano Estadual de Vacinação (de 21/01/2021) onde havia uma especificação dos grupos populacionais a serem vacinados nas fases 1, 2 e 3 – que constavam na primeira publicação e que foram suprimidos. Segundo ela, nesta atual versão a SES/MS mantém a divulgação dos grupos prioritários a receberem as vacinas, em que várias categorias profissionais e populações são inseridas, inclusive os trabalhadores da educação.  

Considerando o resultado da reunião pôde-se constatar a importância da mobilização, ações e perseverança de entidades e cidadãos brasileiros. Como alerta a professora: “Os desafios ainda são imensos. A politização da pandemia no Brasil, a negação da ciência por parte de lideranças e da população têm imposto ao Brasil barreiras adicionais evitáveis, e repercutido em mortes, sofrimento, colapso do sistema de saúde e da economia. Adicionalmente, problemas diplomáticos têm atravancado e atrasado o envio de insumos para a produção das vacinas pela Fiocruz e Butantan pela China, e o envio das vacinas AstraZeneca pela Índia”,explicou. 

“Por essas e outras razões, a sociedade civil e a população têm um papel preponderante no enfrentamento da Pandemia, e a ADUFMS, como parte importante desse contexto, tem se mobilizado para contribuir para que consigamos superar esse momento de maneira mais rápida e com menos perdas possíveis”. 

Participaram do encontro: Marcelo Santana – Sindicato dos Médicos do Estado; Walter Gonçalves – Sindjor MS; Arminda Rezende – Associação Brasileira de Enfermagem; Cleo Gomes – Frente de Defesa do SUS; Maria Helena – CUT-MS; Mara Lisiane – Adufms; João Cyrino – Direitos Humanos.

*Profa. Mara Lisiane dos Santos – Graduação em Fisioterapia pela Universidade Estadual de Londrina, mestrado em Saúde Coletiva pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul e doutorado em Ciências da Saúde pelo convênio multi-institucional Rede Centro-Oeste UnB/UFG/UFMS. Realizou estágio Pós-Doutoral no Programa de Pós Graduação de Psicossociologia de Comunidades e Ecologia Social, do Instituto de Psicologia, Universidade Federal do Rio de Janeiro.Especialista em Ativação de Mudanças na Formação Superior de Profissionais da Saúde/ENSP/MS; Especialista em Fisioterapia Respiratória Neonatal e Pediátrica/Assobrafir. Para saber mais: https://cutt.ly/LjLGZfm

Compartilhe: