CONHEÇA OS CANDIDATOS AO CONSELHO FISCAL DA ADUFMS

01 jan, 1970 Adufms


Alessandro Gustavo Souza Arruda

Sou graduado, mestre e doutor em Administração. Estou na UFMS,

Campus

de Campo Grande, desde 2014. Anteriormente, desde 2004, atuava no

Campus

de Aquidauana (CPAQ,), de onde se origina outro candidato. Possuo, portanto, experiência nas questões vividas por nossos valorosos colegas do interior.

Também possuo experiência profissional de longa data em conselhos fiscais. Atuei no Conselho Fiscal da nossa Sicredi União, de 2006 a 2010, e me candidatei a pedido de um colega que conheceu meu trabalho nesse conselho (o professor Marco Aurélio) e que, agora, atua na diretoria desse nosso valoroso Sindicato.

Meu objetivo é contribuir com a ADUFMS, passando a experiência adquirida nos quatro anos de Conselho Fiscal da Sicredi. Ressalto que não tenho vínculo partidário e nenhum outro interesse político. Meu interesse é contribuir para a evolução da governança de mais essa importante instituição.

Agradeço e retribuirei com dedicação se meu nome for escolhido por ti.

Edvaldo Correa Sotana

Professor do curso de História, do

Campus

de Aquidauana, desde 2009. Participei da diretoria da ANPUH-MS (2012-2014) como tesoureiro e integro o Conselho Fiscal da mesma associação, biênio 2015-2016. Por acreditar na importância da militância política e na relevância de acompanharmos as ações realizadas em nosso Sindicato, gostaria de pedir seu voto para o Conselho Fiscal, assumindo, assim, o compromisso de zelar pelo nosso patrimônio.

Luiz Carlos Batista


A Carta Sindical

A ADUFMS, ao aprovar na sua assembleia a Carta Sindical do Sindicato de Professores da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, torna legal o PROIFES, ao garantir, com a adesão dessa carta, a legalidade da Federação da qual por sua vez pretende se desfiliar, mas ao adotar o caminho da legalidade que não é opção dessa atual diretoria da ADUFMS, que tenta caminhar através da legitimidade aprovada na retomada das assembleias. O fato de aprovarmos a Carta Sindical dá a legitimidade à entidade que pretendemos nos desfiliar.

Essa contradição coloca em xeque a atuação da atual diretoria que, com medo de fragmentar, o sindicato adota na prática a legalização de um fragmento nocivo ao desenvolvimento da categoria de professores das universidades federais brasileiras.

Nossa representação é nacional e a Carta Sindical que nos legitima é a do ANDES Sindicato Nacional, entidade que se aproxima mais do caráter assumido pela atual ADUFMS. Nesse sentido, não é coerente aprovarmos uma carta sindical para a unidade territorial de MS, já que somos contemplados pela Carta Sindical Nacional. Devemos ser uma subseção sindical do ANDES Sindicato Nacional e não adotarmos o PROIFES como nossa representação sindical.

Algumas razões para aceitarmos o ANDES como nosso legítimo representante ao nível nacional:

  • o ANDES com suas diferenças contempla mais a pluralidade do pensamento sindical nacional devido à sua histórica trajetória de lutas na defesa da classe trabalhadora; e
  • o ANDES defende uma autonomia sindical baseada na democracia, na defesa da categoria dos docentes das universidades federais brasileiras.

Por isso votei contra a aprovação da Carta Sindical da ADUFMS, porque fica evidente que ao aprovarmos essa Carta Sindical estamos contribuindo para a efetivação da legitimidade e da legalidade do PROIFES como nossa representante ao nível nacional.

Embora aposentado, espero que continuemos contribuindo na luta pela unidade e fazendo nossa opção pelo ANDES. Por isso, ao defender minha candidatura para o Conselho Fiscal da ADUFMS no próximo dia 15 de maio, solicito à direção da ADUFMS que convoque uma assembleia para deliberar sobre a desfiliação do PROIFES mantendo o ANDES como nosso sindicato nacional legítimo e legal

Esse ato em si desconsidera o resultado da aprovação da Carta Sindical da ADUFMS, caso façamos nossa opção pelo ANDES Sindicato Nacional.

É com essa determinação sempre coerente que me manifesto e peço seu voto para continuarmos defendendo essas posições dentro da ADUFMS.

Paulo Cesar Duarte Paes

Sou professor do Curso de Artes do CCHS e tenho atuado intensamente nos movimentos em prol da categoria dos docentes da UFMS desde 2007. Participei na coordenação do Comando de Greve de 2012 e na eleição da atual diretoria da ADUFMS. Mesmo estando afastado até o final do ano para o pós-doutorado, tenho participado semanalmente das reuniões da ADUFMS e conheço os trâmites do Sindicato para fundamentar uma atuação eficaz no Conselho Fiscal e também nas demais ações da ADUFMS. Conto com seu voto!

Ricardo Pereira de Melo

Possuo graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (2003) e mestrado em Filosofia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (2008). Atualmente sou professor adjunto da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Tenho experiência na área de Filosofia, com ênfase em Filosofia Política. Sou professor do Curso de Filosofia do CCHS. A formação em Economia me capacita para fazer um bom mandato como conselheiro. Tenho experiência em planejamento.

Compartilhe: