Dia Nacional de Mobilização e Luta pelo Emprego e pela Garantia de Direitos reúne servidores no Centro

01 jan, 1970 Adufms

Professores recebem homenagem em celebração ao centenário de Paulo Freire

Na última terça-feira, profissionais do serviço público estiveram em peso no Centro de Campo Grande para mostrar que a luta contra as medidas do governo, principalmente contra o Projeto de Lei Complementar (PLP) 257/2016 e a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241/2016, continua firme em Mato Grosso do Sul. A concentração foi na Praça do Rádio e em pouco tempo aproximadamente 20 mil pessoas da capital e do interior saíram às ruas.

A

ADUFMS-Sindicato

esteve presente na mobilização junto às entidades ligadas à educação e a outros setores públicos que protestaram principalmente contra o corte de 45% nas verbas para as universidades públicas, congelamento de progressão na carreira, reajustes abaixo da inflação, fim do Ciências sem Fronteiras, desmantelamento do Conselho Nacional de Educação, suspensão e proibição de concursos públicos, incrementação da terceirização e outras medidas que aos poucos anunciam o fim do serviço público brasileiro.


Não ao PLP 257/2016 e à PEC 241/16!

Um resumo das duas medidas maldosas – dentre as diversas do atual governo – é que elas têm como objetivo congelar uma série de direitos dos servidores públicos e retirar investimentos de áreas sociais, como educação e saúde, para gerar superávit primário, e, desta forma, permitir que o governo siga pagando juros e amortizações da dívida pública, o que representa retrocesso de uma série de direitos conquistados com muita luta no Brasil.



Foto: Carol Caco/ADUFMS-Sindicato


Foto: Carol Caco/ADUFMS-Sindicato.

CLIQUE SOBRE A IMAGEM ACIMA E CONFIRA MAIS FOTOS DA MOBILIZAÇÃO


Compartilhe: