Docentes da UFMS aprovam Greve Geral para o próximo dia 30

01 jan, 1970 Adufms

Em Assembleia Geral, realizada na tarde desta segunda-feira, 26 de junho, os e as docentes presentes votaram pela adesão à Greve Geral no dia 30 de junho, próxima sexta-feira, em confluência com a programação estabelecida por centrais sindicais do país. Além da adesão, foram discutidos assuntos de interesse à categoria, como as reformas em curso pelo governo.

A assembleia aconteceu simultaneamente em Campo Grande e nos

campi

do interior de Mato Grosso do Sul. Na Capital, as/os professoras/es se reuniram no Anfiteatro da Faculdade de Artes, Letras e Comunicação (FAALC), antigo Anfiteatro do CCHS, na Cidade Universitária. No interior a assembleia ocorreu em espaços definidos pelas representações locais.

Alguns informes sobre as reformas em curso foram repassados aos/às presentes na assembleia em Campo Grande. Segundo a presidenta da

ADUFMS-Sindicato

, Mariuza Aparecida Camillo Guimarães, a reforma da Previdência (PEC 287/2016), a reforma Trabalhista (PL 6787/2016) e o projeto da terceirização (PL 4302/98, já aprovado na Câmara dos Deputados) representam ameaças iminentes aos/às servidores/as públicos/as, e, por isso, devem receber atenção da categoria. “São medidas que vão impactar diretamente as nossas vidas e não é uma coisa nova. Isso [reforma da Previdência] já aconteceu em outros países capitalistas e nós sabemos o resultado. É por isso que temos que nos mobilizar. Os/as docentes não têm participado das assembleias, talvez por conta do calendário ou porque acham que é só responsabilidade do Sindicato ir atrás. Entretanto, não há outra saída senão as mobilizações”.

A

ADUFMS-Sindicato

reitera a participação em manifestações, mobilizações e eventos pelo “Fora Temer” e “Diretas, já!”, sob a premissa de defender os direitos dos/as docentes, adquiridos ao longo da história com muita luta, mas que permanecem em um período sombrio de ameaças constantes.



Assessoria de Imprensa da ADUFMS-Sindicato

Compartilhe: