Encontro do PROIFES consolida debates e participação de professores

01 jan, 1970 Adufms

O IX Encontro Nacional do PROIFES-Federação, realizado em João Pessoa (PB), entre os dias 11 e 16 de agosto, consolidou a participação ativa dos professores em discussões importantes no cenário nacional.

Segundo o presidente do PROIFES-Federação, Eduardo Rolim de Oliveira, o sucesso do evento foi visível desde a mesa da abertura, que contou com a presença de entidades representativas da educação no Brasil e na América Latina. “Foi o melhor Encontro Nacional que o PROIFES realizou até hoje, pela qualidade dos debates, pela excelência das propostas debatidas e pela participação de jovens professores apresentado textos. Considero o evento uma grande vitória e o PROIFES sai ainda mais fortalecido”, concluiu.

Ele agradeceu o trabalho das equipes e a presença dos sindicatos não filiados ao PROIFES-Federação, que prestigiaram e engrandeceram o evento, a APUFSC-Sindical, a ADUFEPE e a ADUnB que participaram ativamente dos debates.

Representando a ADUFMS-Sindical, participaram do encontro: o secretário-geral, Odair Pimentel Martins; e o diretor financeiro, Flávio Dantas dos Santos, além do representante de Corumbá, Roberto Domingues Galeano; e Octávio Barbosa Plaster.

Foram debatidos diversos temas, como: a organização e a comunicação sindical; caminhos para a expansão do PROIFES-Federação; reestruturação das carreiras do Magistério Superior (MS) e Ensino Básico Técnico e Tecnológico (EBTT), com as regras para promoção à classe de titular.

São 15 pontos para o MS que abordam o perfil do docente, a banca e o processo de avaliação. No caso da carreira de EBTT, foram avaliados itens para a promoção dentro do Ensino, Pesquisa, Extensão, Gestão e Aperfeiçoamento. Os delegados inicialmente deliberaram pela aprovação integral da proposta original do PROIFES, apresentada no GT e se posicionaram sobre os acréscimos ao texto (propostos pela Andifes e Conif), além de novas propostas dos participantes.

O plenário, por ampla maioria, não aprovou a ideia de que entre as regras gerais de promoção a titular conste um número definido de horas-aula e nem referência ao índice h, para avaliação da pesquisa, aprovando outras propostas sobre as regras de avaliação da extensão.

Com relação à previdência dos docentes das Instituições Federal de Ensino, decidiu-se que o PROIFES-Federação produzirá uma cartilha sobre o tema, auxiliando os professores a decidirem sobre a escolha ou não do novo sistema previdenciário. Os delegados também decidiram estudar alternativas e apresentá-las para os servidores.

Os participantes votaram favoráveis a duas propostas referentes às diretrizes para a concessão do Reconhecimento de Saberes e Competência (RSC) na Carreira de EBTT. São elas: que o PROIFES defenda a inclusão dos professores aposentados na RSC, para que eles também tenham direito, e que os representantes do PROIFES no Conselho Permanente defendam que a Comissão especial esteja exclusivamente sob a responsabilidade de cada Instituição Federal e que as alterações necessárias para isto sejam negociadas com os demais representantes do Conselho.


ADUFMS-Sindical



Assessoria de Comunicação



Com informações da Assessora de Comunicação PROIFES-Federação

Compartilhe: