Estudantes de Letras discutem adesão à greve geral das universidades

09 set, 2019 Adufms

Professores recebem homenagem em celebração ao centenário de Paulo Freire







Diretor da

ADUFMS

, José Roberto esclarece sobre como movimento docente vem discutindo a situação das universidades

– foto: Gerson Jara/ADUFMS Seção Sindical ANDES Sindicato Nacional


⇒ OS ESTUDANTES E AS ESTUDANTES DE LETRAS

realizaram Assembleia na quinta-feira (5-09), no auditório da Faculdade de Artes, Letras e Comunicação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (FAALC-UFMS), para avaliar indicativo de greve devido ao corte de trinta milhões de reais no orçamento de 2019.  O

Calma

(Centro Acadêmico do curso) foi reativado e a nova diretoria se apresentou para as/os acadêmicas/os.

Por mais de duas horas, as/os alunas/os discutiram os prós e contras da suspensão das atividades. Em maio desse ano já haviam aprovado a entrada em estado de greve.

O vice-presidente da

ADUFMS Seção Sindical ANDES Sindicato Nacional

, José Roberto Rodrigues de Oliveira, representou a entidade no evento.  Falou que categoria docente vem encaminhando as orientações do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (

ANDES-SN

) e acredita que o movimento de paralisação juntos os docentes está em fase de construção.

Agnes Viana, do Comando de Greve das/os Estudantes, sinalizou sobre a importância da mobilização estudantil para reverter os cortes.  Programas e bolsas de pesquisas da UFMS já foram suspensos devido aos cortes orçamentários.



Assessoria de Imprensa da ADUFMS Seção Sindical ANDES Sindicato Nacional

Compartilhe: