Fim de semana teve atos pelo Dia do Trabalhador em Campo Grande e Aquidauana

02 maio, 2022 Adufms

Professores recebem homenagem em celebração ao centenário de Paulo Freire

A Adufms participou, nos últimos sábado e domingo – respectivamente 30 de abril e 1º de maio –, de ações pelo Dia do Trabalhador e da Trabalhadora, tanto na capital quanto no interior. Tanto em Campo Grande quanto em Aquidauana, as mobilizações uniram o lazer à luta contra os ataques de Jair Bolsonaro à classe trabalhadora.

Em Campo Grande, a ação teve como mote a luta por empregos, direitos e democracia, e ocorreu no sábado, no campo Poeirinha, localizado no Jardim Batistão. O evento contou com distribuição de alimentos, regularização de títulos do eleitor, sorteios e apresentações culturais, como música, pintura de tela e roda de capoeira.

A mobilização, iniciada às 9h, lembrou a luta contra o governo de Bolsonaro e suas mazelas, como o aumento nos preços, o racismo, a LGBTfobia, a devastação ambiental, os escândalos de corrupção e a política genocida de negligência deliberada à pandemia. Além da Adufms, o ato também foi convocado pela CUT, Fetems, MST, FBP, UNE, Ubes, Instituto Dandara, Aduems, Sinasefe, Fetems, Sindjor-MS, Sinergia-MS, Conaq, Sintes-MS, Sintsep-MS, Fetiems, PCB, PCdo B, PT, JPT e UJS.

Em Aquidauana, foi realizada a Feijoada da Resistência, que além da refeição, também contou com apresentação do grupo Mania do Samba e torneio de vôlei. A ação ocorreu pela manhã, a partir das 8h, na sede do Simted, que participou da organização junto à Adufms, à Aduems e ao Sinasefe.

Confira fotos (clique nas imagens para ampliar)

Compartilhe: