Jornalista da Adufms recebe menção honrosa no Prêmio Vladimir Herzog

18 out, 2021 Adufms

Professores recebem homenagem em celebração ao centenário de Paulo Freire

Sessão de julgamento ocorreu no dia 16 de outubro

No último sábado (16), ocorreu a votação da final do 43º Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos. O jornalista Norberto Liberator Neto, assessor de Comunicação da Adufms, foi um dos premiados com menção honrosa na categoria Arte, pelo trabalho “LGBTfobia está atrelada ao processo de colonização”, publicado pela revista digital Badaró, do qual também fizeram parte a pesquisadora Aline Correia Antonini, mestra em Antropologia Social pela UFMS, e a ilustradora Marina Duarte Maidana.

A menção honrosa foi escolhida por unanimidade pela banca julgadora. A produção foi uma entrevista de perfil com o designer Neimar Kiga, que falou sobre sua própria vivência e de outros indígenas LGBTQIA+. Neimar é originário da Aldeia Meruri e faz parte do povo boe bororo, do interior de Mato Grosso. 

Na matéria, produzida de forma híbrida entre texto e ilustrações, o entrevistado destacou o preconceito duplo sofrido na sociedade, inclusive na vida acadêmica, e sobre as iniciativas das quais faz parte, como o Coletivo Tibira (que reúne indígenas LGBTQIA+) e o time de futebol Panteras, formado por indígenas homossexuais e transgênero da etnia boe bororo.

O Prêmio Vladimir Herzog distingue, desde 1979, trabalhos jornalísticos dedicados à pauta dos direitos humanos. É considerado a premiação mais importante do jornalismo brasileiro. É uma iniciativa do Instituto Vladimir Herzog, entidade sem fins lucrativos que leva o nome e busca preservar a memória do jornalista assassinado pela ditadura militar em 1975, nas instalações do Destacamento de Operações de Informação – Centro de Operações de Defesa Interna (Doi-Codi), local de torturas e assassinatos sediado no quartel do II Exército de São Paulo.

A solenidade de premiação está programada para ocorrer no próximo domingo (25) das 20h às 21h, em ambiente virtual, no canal do prêmio no YouTube. Antes, haverá uma roda de conversa com os ganhadores, no dia 24, das 17h às 19h. É a segunda vez que o jornalista Norberto Liberator é finalista, tendo sido indicado em 2019, pela reportagem em quadrinhos "Diasporados", que foi também seu trabalho de conclusão de curso (TCC) em Jornalismo.

Compartilhe: