MPF recebe FORUM ESTADUAL VACINA PARA TODOS para discutir campanha contra negacionismo da vacina

09 mar, 2021 Adufms

Professores recebem homenagem em celebração ao centenário de Paulo Freire

 

Nesta terça-feira, 9, às 9h30 o Fórum Estadual Vacina Para Todos, formado por mais de 50 entidades da sociedade civil organizada, se reuniu com o Procurador Regional dos Direitos do Cidadão, do MPF (MPF-MS), Pedro Gabriel Gonçalves para discutir, entre outros assuntos, campanha contra o negacionismo da vacina no estado e na capital.

“Solicitamos uma parceria com o MPF para cobrar uma campanha nacional  de  divulgação da vacinação, que sabemos que não está acontecendo; para o Ministério Público viabilizar recursos  e fornecer apoio técnico para os municípios e para o estado nesse sentido. E para exigir também a tomada de medidas restritivas para controlar a pandemia nesse momento crucial”, observou o Professor Dr. Marco Aurélio Stefanes, presidente da ADUFMS. De acordo com Stefanes, os representantes do Fórum solicitaram também a realização de uma campanha conjunta contra o negacionismo em relação à vacina, única forma de acabar com a pandemia do coronavírus.

De acordo com o procurador, o MPF já vem atuando nos casos registrados entre indígenas, em aldeias de MS, que, incentivados por grupos evangélicos, colocam-se contrários ao imunizante. Porém, em relação a outros casos semelhantes na sociedade, disse que o MPF só pode atuar por meio de denúncias formalizadas. 

Os representantes do Fórum presentes também transmitiram ao Procurador a preocupação com a falta de vacinas para a imunização dos grupos prioritários e pediram ao MPF que cobre agilidade no processo. 

POSICIONAMENTO DO MPF

Sobre a falta de imunizantes e a crise no sistema de atendimento aos infectados pelo vírus da Covid-19, num momento em que novas cepas já circulam em algumas regiões do Brasil, Gonçalves divulgou a Recomendação entregue ao Ministério da Saúde aprovada em encontro de procuradores da República de 26 estados realizado  último dia 4 de março.

Entre as principais recomendações do documento, está a de que o Ministério da Saúde implemente um Plano Nacional de Comunicação “com o objetivo de reforçar a importância das medidas de prevenção contra a Covid-19, e esclareça a população sobre a imprescindibilidade do uso de máscaras e o seu uso adequado; proibição de aglomerações; sobre a necessidade de aumentar a ventilação dos ambientes; manter a higiene das mãos; necessidade de cumprimento das regras nacionais e locais sobre medidas de contenção e prevenção da transmissão comunitária; e a importância da vacinação e o respeito às regras sobre grupos prioritários”. 

Ao final do encontro, o procurador Pedro Gabriel Gonçalves adiantou aos integrantes da comissão do Fórum Estadual Vacina Para Todos que, dentro de dez dias, deverá apresentar proposta de uma campanha, em parceria com o Fórum, para esclarecimento da população sobre a importância da vacinação e de seguir corretamente as regras sanitárias de combate à pandemia.

*Participaram da reunião:

Walter Gonçalves: Walter Gonçalves Filho – presidente do Sindjor MS; Eber Benjamim – Secretário geral do Sindjor MS; Marco Aurélio Stefanes – presidente da Adufms; Cleo Gomes, da Frente de Defesa do SUS; Arminda Rezende – presidente as Sociedade Brasileira de Enfermagem; João Cyrino, do CDDH; Maria Helena Faria, da CUT-MS; Marco Aurélio Luz, do Coletivo Terra Vermelha e Cassia Reis da Aduems de Dourados-MS.

Compartilhe: