Palestra apresenta programa europeu de mobilidade acadêmica

01 jan, 1970 Adufms

Promover a mobilidade e o avanço da carreira de pesquisadores de diversas nacionalidades é um dos objetivos do Euraxess Links. A iniciativa, implementada pela União Europeia, foi apresentada nesta quarta-feira (23) em palestra na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) em Brasília. Os representantes da Euraxess Links no Brasil, Charlotte Grawitz e Paulo Lopes, tiraram dúvidas de estudantes presentes.

O programa fornece informações e serviços de suporte para as pessoas que desejam realizar pesquisas na Europa. Além de oferecer acesso a atividades de pesquisa, a iniciativa proporciona assistência aos pesquisadores no desenvolvimento de suas carreiras e apoia entidades de pesquisa na busca de talentos internacionais.

Charlotte Grawitz citou como exemplo uma dessas parcerias. “Trabalhamos junto com o Ciência sem Fronteiras, porque o programa manda muitos estudantes e pesquisadores para diversos países, inclusive da Europa”, disse. “Os bolsistas do Ciência sem Fronteiras podem usufruir dos serviços da Euraxess, que fornece ajuda prática quando eles vão se deslocar para a Europa para fazer pesquisa ou estudar.”

O Euraxess Links é financiado pela Comissão Europeia e no Brasil conta com apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI) na divulgação de editais, entre outras frentes.


Eixos

A iniciativa integra o programa Euraxess, baseado em quatro eixos principais: emprego; serviços; direitos e deveres; e redes associadas. No

site do programa

é possível encontrar essas informações.

O Euraxess Job é um portal de oferta de emprego e financiamento das pesquisas, principalmente na Europa. É possível cadastrar o currículo que ficará disponível para empresas e instituições interessadas. O Euraxess Services conta com 250 centros físicos de serviços na Europa, distribuídos em 40 países. Neles são fornecidas informações práticas para os pesquisadores e suas famílias que vão se deslocar para a Europa.

Já o Euraxess Rights trabalha sobre os direitos e os deveres dos pesquisadores e dos seus empregadores. O quarto eixo, o Euraxess Links, trata da articulação entre pesquisadores fora da Europa que têm interesse em cooperar ou fazer pesquisa no continente europeu. Dessa forma eles se juntam numa rede de pesquisadores, chamada no Brasil de

Euraxess Links Brazil

.


Assessoria de Comunicação do MCTI

Compartilhe: