Paralisação nas unidades da UFMS ocorre nesta quinta-feira, 28 de abril

25 abr, 2022 Adufms

Professores recebem homenagem em celebração ao centenário de Paulo Freire

Em adesão ao calendário nacional de lutas do Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos (Fonasefe), a Adufms convoca a comunidade docente a paralisar as atividades nesta quinta-feira (28 de abril). A medida tem como objetivo pressionar pelas negociações em relação ao reajuste salarial de 19,99% às/aos servidoras/es públicas/os federais.

A paralisação será nacional e, no caso da UFMS, ocorrerá em todas as unidades. Serão realizadas aulas públicas para explicar à comunidade acadêmica o motivo das reivindicações, bem como os impactos negativos da PEC 32 sobre a qualidade do serviço público no Brasil.

A previsão em nível nacional é de que haja uma reunião com o governo federal para negociação. A correção salarial em relação ao nível de inflação não ocorre desde 2017. No entanto, a luta pelo reajuste de 19,99% é referente ao índice de perdas salariais ocorridas apenas durante a gestão de Jair Bolsonaro.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou durante coletiva de imprensa na semana passada, em Washington, que defende um reajuste de 5%, mas a proposta formal não foi realizada. Além disso, o valor se encontraria bastante abaixo do que é reivindicado pela categoria. Não houve, por parte do governo, indicação de abertura a uma negociação.  A reposição salarial de 19,99% segue sendo, portanto, a pauta unificada das entidades que compõem o Fonasefe.

Compartilhe: