Participe da Marcha Virtual pela Ciência nesta quinta-feira 7

05 jul, 2020 Adufms

Professores recebem homenagem em celebração ao centenário de Paulo Freire

⇶ Na impossibilidade de sair de casa, os pesquisadores do Brasil realizam, neste dia 7 de maio, a Marcha Virtual Pela Ciência. O evento, que será transmitida ao vivo pelas redes sociais da SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, principal órgão a congregar cientistas no país), abordará como o conhecimento científico tem ajudado a enfrentar a pandemia de Covid-19, defendendo o apoio à pesquisa como uma das saídas para a crise.

A marcha também trará informações sobre o combate ao coronavírus no país e reforçarão o conteúdo do manifesto Pacto pela Vida e pelo Brasil, iniciativa na qual a SBPC se uniu a outras entidades da sociedade civil, como a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil). No pacto, esses órgãos cobraram do governo transparência, a observância dos preceitos científicos e de saúde pública mundiais e um cuidado especial com os mais pobres e marginalizados.

Estão programados dois painéis nacionais, um sobre o enfrentamento da pandemia de Covid-19, das 10h30 às 12h, e outro sobre sucessos e desafios da ciência, tecnologia e inovação no Brasil, das 15h às 16h30. Também haverá eventos em quase todos os estados brasileiros —a programação completa pode ser acessada no endereço portal.sbpcnet.org.br.

Quem estiver acompanhando o evento pela internet também poderá criar “cartazes virtuais” com suas próprias palavras de ordem. Os interessados devem acessar o site manif.app e usar o mapa, similar a um aplicativo de trânsito, para marcar o local onde querem deixar seu protesto (os organizadores sugerem a localização geográfica da praça dos Três Poderes, em Brasília). Na aba superior, pode-se escrever os slogans desejados (não há limite para o número de “cartazes”)

.Está programado ainda um tuitaço com as hashtags #paCTopelavida, #fiqueEMCASAcomaciencia e #MarchaVirtualpelaCiencia das 12h às 12h30 e das 18h às 18h30.

Fonte: Folha de SP

Compartilhe: