Pequena introdução à vida de Marne

08 fev, 2020 Adufms

Professores recebem homenagem em celebração ao centenário de Paulo Freire

2-08-2020

Docente esteve entre as pessoas pioneiras na implantação da universidade pública no Sul do antigo Mato Grosso

Foto reproduzida de CRMV-MS FAZ uma semana nesta terça-feira 4 que o professor aposentado da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e médico-veterinário Marne Pereira da Silva (foto), 76 anos, faleceu em Campo Grande vítima de morbidade causada por procedimento cirúrgico de substituição de stent (pequena prótese) que, segundo nota de pesar do Conselho Regional de Medicina Veterinária de Mato Grosso do Sul (CRMV-MS)“estava obstruindo as veias das pernas”. O docente tinha diabetes. 

ADUFMS Seção Sindical ANDES Sindicato Nacional manifesta solidariedade e saudade à família, amigas/os e a todas/os que viveram/conviveram com Marne Pereira. Com especialização em Anatomia dos Animais Domésticos pela Universidade de São Paulo (USP, 1971), o pesquisador se insere no quadro de pessoas que a partir da década de 1960 implantaram a educação superior pública no extenso Sul do antigo Mato Grosso, antes da criação do Estado de Mato Grosso do Sul. 

Como docente, Marne entrou na Universidade Estadual de Mato Grosso (UEMT), federalizada em 1979. Na UEMT, o médico-veterinário iniciava sua carreira no ensino, na pesquisa e na extensão na primeira metade da década de 1970, época da turva ditadura civil-militar no Brasil. Período que coincide com a fundação, no final dos anos 1960, da associação representativa da categoria docente da UFMSa atual ADUFMS Seção Sindical.

O professor era filiado à ADUFMS. De 2017 a 2019 ele integrou o Conselho Fiscal da entidadeMarne presidiu a Associação dos Aposentados e Pensionistas da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (APP-UFMS), período no qual, entre suas atividades, acompanhou os entendimentos entre ADUFMS e Unimed na fixação de mensalidades do plano de saúde de docentes sindicalizadas/os, na modalidade apartamento hospitalar.  

Biografia profissional-acadêmica e militância de Marne – síntese do CRMV-MS

Com 50 anos dedicados à Medicina Veterinária, professor Marne formou em 1970 pela Universidade Federal Rural de Pernambuco, mudou-se para Campo Grande em 1971 para lecionar Anatomia dos Animais Domésticos e Anatomia Geral na então Universidade Estadual do Mato Grosso.                                         Especialista em anatomia dos animais domésticos, foi fundador e primeiro chefe do Serviço de Medicina Veterinária do Município de Campo Grande – atual Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) -; coordenador e executor dos cursos do Programa Intensivo de Preparação de Mão de Obra (PIPMO), um convênio do Ministério da Educação e Cultura e Secretaria de Agricultura de Mato Grosso; cofundador e primeiro diretor do atual Departamento de Vigilância Sanitária do Estado de Mato Grosso do Sul (1979); cofundador do curso de Medicina Veterinária da Faculdade de Administração de Dourados (FAD); professor do curso Medicina Veterinária na Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal (UNIDERP).                                 

Membro efetivo da Sociedade Brasileira de Anatomia e da Sociedade Pan-americana de Anatomia, teve trabalhos científicos publicados em congressos nacionais e internacionais. 

Em 2000, recebeu comenda de médico- veterinário do CRMV/MS. Em 2013, recebeu o diploma de Honra ao Mérito concedido pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul. 

Em 2017 foi escolhido como membro da Academia Sul Mato-Grossense de Medicina Veterinária (ACAVET-MS).

ACAVET-MS foi criada com o apoio e fomento do CRMV-MS e os acadêmicos titulares fundadores eleitos por meio de voto secreto em fevereiro de 2017 em sessão plenária. Os profissionais que concorriam ao título foram indicados por instituições de ensino, sociedade cientifica de Medicina Veterinária, sindicato médico-veterinário com jurisdição no território do Estado de MS, conselheiros do CRMV/MS e instituições de pesquisas e/ou de ensino com atividades afins nas áreas da Medicina Veterinária.

CRMV-MS e Assessoria de Imprensa da ADUFMS Seção Sindical ANDES Sindicato Nacional

Compartilhe: