Por #ForaBolsonaro e em defesa da Educação Pública, Ato 29M acontece neste sábado em frente à UFMS

27 maio, 2021 Adufms

Professores recebem homenagem em celebração ao centenário de Paulo Freire

No próximo sábado, dia 29, atos por #ForaBolsonaro serão realizados por todo o Brasil. Em Campo Grande, a manifestação acontece a partir das 9h em frente à UFMS e está sendo organizada pelo movimento estudantil com apoio de Sindicatos e entidades trabalhistas, com o lema “Tira a mão da Educação”.

De acordo com Agnes Viana, Coordenadora do Centro Acadêmico de Pedagogia da UFMS (CAPED) e militante do RUA_Juventude Anticapitalista, o Ato faz parte de uma luta nacional contra o desmonte da educação pública, em defesa de um auxílio emergencial digno e por vacina para todos os Brasileiros. “Apesar do cenário devastador da COVID-19, muito poderia ter sido evitado. O governo federal é diretamente responsável pelas quase 500 mil pessoas mortas e apesar da insegurança, não há mais como fugir da insurgência das ruas. Precisamos derrotar Bolsonaro urgente!”, alerta. 

Viana aponta que a construção majoritária do Ato em Campo Grande pelos estudantes está  relacionada ao fato de, desde a eleição, o Governo Bolsonaro encarar a educação como “seu principal inimigo”. Para a coordenadora do CAPED, “temos visto isto ocorrer pelos cortes de verbas das Universidade Federais e dos Institutos, bem como pela posse de reitores ilegítimos, cerceando a autonomia tão necessária para a educação”.

A movimentação das entidades estudantis foi promovida nacionalmente pela UNE (União Nacional dos Estudantes) com objetivo de fazer frente aos ataques que a Educação Pública, como ressalta Mônica de Oliveira, vice-presidente do DCE-UFMS (Diretório Central de Estudantes): “Nossas universidades vêm sofrendo com cortes e mais cortes, nada mais justo os estudantes, principais prejudicados, estarem reivindicando o que nos é de direito”.

O presidente da ADUFMS (Sindicato dos Docentes da UFMS), Prof. Marco Aurélio Stefanes informa que a organização da manifestação conta com uma Comissão de Biossegurança, formada por profissionais da área da saúde, que está realizando o acompanhamento e orientação desde os preparativos até o dia da manifestação, que contará com distribuição de máscaras PFF2 para a proteção dos participantes. “A ADUFMS e o SISTA irão distribuir 1000 máscaras. A organização cuidará de todas as medidas sanitárias para que a gente se proteja e realize um ato com distanciamento, álcool gel e segurança para todas e todas”, diz Stefanes. 

O professor lembra que além dos cortes da Educação é preciso que a sociedade se atente à urgência de acelerar o processo de vacinação no país, antes que outras cepas do coronavírus se dissipem, e à necessidade do auxílio emergencial de R$600. “Nós já temos hoje 14 milhões de pessoas desempregadas e mais de cinquenta milhões de pessoas na linha de pobreza, sem falar nos ataques constantes deste governo à democracia. Tudo isso é muito grave e necessita de uma resposta, nos faz, mesmo em meio a uma pandemia, ter que ir às ruas lutar pelo nosso país, pois como sociedade precisamos nos mobilizar”, enfatiza.  

Entidades que participarão do 29M

Os manifestantes irão protestar em defesa da Educação pública; Em Defesa do Auxílio Emergencial de R$ 600; Contra a Reforma Administrativa (PEC 32); Pela vacinação da população; e pelo impeachment do presidente Jair Bolsonaro. 

Participarão do Ato as entidades: ADUFMS (Sindicato dos Docentes da UFMS); SISTA-MS(Sindicato dos Trabalhadores em Educação da UFMS e Institutos Federais de Ensino de MS); SINDJUFE-MS (Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário Federal em MS); UNE (União Nacional dos Estudantes); UBES (União Brasileira dos Estudantes Secundaristas); FBP (Frente Brasil Popular); UBM (União Brasileira de Mulheres).

As representações estudantis/coletivos: DCE-UFMS; DCE-UEMS; Grêmio-IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul); MNU/CG (Movimento Negro Unificado); RUA_Juventude Anticapitalista; JS PDT (Juventude Socialista); UJS (União da Juventude Socialista); ARTJOVEM LGBT; Juventude do PT. Os vereadores Camila Jara (PT) e Marcos Tabosa (PDT) e o Deputado Federal Dagoberto (PDT).   

*ATO 29M / Data e Horário:

  • Dia 29/05/2021 (sábado)

  • Concentração a partir das 8h em frente ao portão 2 da UFMS.

  •  Início do Ato marcado para as 9h.


Manifestações no Mato Grosso do Sul:

????Dourados | 08H [Praça Antônio João – Av. Marcelino Píres – Centro]

????Três Lagoas | 09H [Praça da Bandeira – Rua Paranaíba, nº 502-520, centro]

????Corumbá | 09H [Porto Carrero com a Frei Mariano – Referência rotatória do Poliesportivo]

????Aquidauana | 09H [Praça dos Estudantes – R. Teodoro Rondon, 723, centro]

????Campo Grande | 08H [UFMS – Cidade Universitária, Av. Costa e Silva – Pioneiros]

Compartilhe: