1º de dezembro, Dia Mundial de Combate à Aids

01 dez, 2022 Saúde

Professores recebem homenagem em celebração ao centenário de Paulo Freire

1º de dezembro é o Dia Mundial de Combate à Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (Aids). A data foi instituída em 1988, pela Organização Mundial da Saúde (OMS), por fazer referência ao dia da descoberta do vírus causador da infecção, o HIV, que ocorreu em 1983. Quase 40 anos depois, o tratamento evoluiu, mas a convivência com o vírus continua envolta em preconceito.

Uma confusão muito comum é entre HIV e Aids. Ter diagnóstico positivo para o vírus HIV não implica em desenvolver a infecção (Aids), sendo possível ter qualidade de vida com o tratamento adequado, podendo chegar a uma carga viral indetectável e intransmissível. O Brasil é referência mundial no tratamento.

De acordo com o Programa das Nações Unidas para o Combate à Aids (Unaids), cerca de 38 milhões de pessoas conviviam com o HIV em 2021 no mundo. No Brasil, segundo levantamento do Ministério da Saúde, 694 mil pessoas fazem tratamento para conviver com o vírus. A prevenção contra o vírus continua sendo o uso do preservativo; já o conhecimento continua sendo o melhor remédio contra o preconceito.

Compartilhe: