Organização sindical dos docentes e das docentes da UFMS

contas

Conselho Fiscal aprecia contas de 2018 da ADUFMS-Sindicato

Conselho Fiscal da ADUFMS-Sindicato é composto por docentes com experiência administrativa e contábil (Foto: Gerson Jara/ADUFMS-Sindicato)

O Conselho Fiscal apreciou as contas de 2018 da ADUFMS-Sindicato. A instância eleita na gestão Autonomia Sindical é composta pelo professor Alessandro Gustavo Souza Arruda, pela professora Anamaria Santana da Silva, pelos professores José Aparecido Moura Aranha e Teófilo Fernando Mazon Cardoso (suplente).

Desde a posse em 2017 todos os balanços do Sindicato foram auditados e aprovados por docentes com experiência em gestão administrativa e contábil. A partir do processo de apreciação das contas, o Conselho apresentou sugestões incorporadas pela atual gestão que contribuíram para melhorar a transparência financeira e a otimização dos recursos gos pelos 838 filiad@s à ADUFMS-Sindicato.

O resumo contábil é disponibilizado aos/às associados/os por meio de publicação em jornais da entidade e enviados por e-mail a todos os cadastrados.  Em seguida ocorre assembleia geral em todos os campi e na Cidade Universitária Campo Grande da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) para devida discussão e aprovação.

Anualmente acontece o plano de investimentos da ADUFMS-Sindicato com a devida dotação para os gastos nas atividades sindicais, de pessoal e custeios. Os investimentos de grande aporte de recursos, como da reforma da sede administrativa, em andamento, ou salão de enventos, já concluída, ambas estimada no valor de R$ 430 mil,também passam por decisão da categoria.

O planejamento financeiro, aliado a sugestões do Conselho Fiscal, possibilitou a sobra de caixa anual necessária aos investimentos em patrimônio e custeio da atividade sindical, mesmo considerando anos de grande mobilização como 2016 e 2017, anos nos quais  o volume de gastos em impressão, propaganda, viagem, seminários e caravanas contra  foi maior. Visava-se barrar as reformas implementadas pelo o Governo Temer:  trabalhista, terceirização, Emenda Constitucional 95 (congelamento de investimentos), corte de verbas para educação, cobrança de mensalidade em mestrado e doutorado, laboratórios associados, eadização, entre outras investidas do governo federal contra a categoria e a sociedade.     

 

Assessoria de Imprensa da ADUFMS-Sindicato

Postado em Destaque com foto, Sem categoria Tag , , , , , , , ,

Campo Grande: categoria aprova contas da ADUFMS-Sindicato, além de destinação de recurso para mobilização e Fundo de Greve

ARNOR RIBEIRO.POSTADA.SITE.TEXTO.DSCN1145
Assembleia para avaliar contas do Sindicato (fotos: Arnor Ribeiro/ADUFMS-Sindicato)

Docentes de Campo Grande filiadas/os à ADUFMS-Sindicato discutiram e aprovaram nessa terça-feira 25 à tarde as contas referentes aos meses de abril de 2014 a março de 2015, o balanço patrimonial, além do demonstrativo de resultado do exercício 2014, e votaram favorável à destinação de 40% dos R$ 118.938,38  (sobra de recursos referentes ao ano passado) ao Fundo de Mobilização e de Greve, para atividades da categoria (atos, protestos, manifestos e outras ações político-sindicais).

A apreciação e a deliberação sobre esses assuntos ocorreram em Assembleia Geral Extraordinária no Anfiteatro do Centro de Ciências Humanas e Sociais da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (CCHS-UFMS).

O resultado geral da Assembleia Extraordinária, que inclui as decisões de professoras e professores sindicalizadas/os em todos os campi da UFMS, ainda não foi totalizado. De acordo com a votação em Campo Grande, os 60% restantes dos R$ 118.938,38 (exercício 2014) serão destinados a investimentos e custeio da ADUFMS-Sindicato.

ARNOR RIBEIRO.POSTADA.SITE.TEXTO.DSCN1151
Docentes aprovaram destinação de 40% do saldo positivo referente a 2014 para Fundo de Greve e atividades sindicais de mobilização

Antes de serem submetidos à Assembleia Geral Extraordinária, as receitas, os gastos e o patrimônio foram auditados pelo Conselho Fiscal do Sindicato. O demonstrativo do resultado do exercício de 2014 (janeiro a dezembro) está detalhado na página 10 da edição de agosto de 2015 do Jornal ADUFMS.

Mobilização e Fundo de Greve – A destinação de 40% do saldo positivo referente a 2014 para o Fundo de Mobilização e de Greve da categoria docente da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul será um componente importante para o custeio do movimento grevista. Este ano, todo o mês de julho até 17 de agosto, foram gastos na greve R$ 37.760,22. Essas despesas correspondem, por exemplo, a impressão de material de divulgação (como faixas e panfletos), diárias, passagens (destinadas a docentes que vão a Brasília para atuar no Comando Nacional de Greve) e a auxílio-deslocamento. Em junho (a partir do início do movimento, no dia 15) foram destinados R$ 8.990,00.

 Assessoria de Imprensa da ADUFMS-Sindicato   

Postado em Destaque com foto, Sem categoria Tag , , , , , 2 Comentários

Docentes da UFMS participam na próxima terça 25 de assembleias para apreciação das contas da ADUFMS-Sindicato e discutir a greve

Edital de Convocação AG 25-08-2015
Clique sobre a imagem acima para ter acesso ao Edital da Assembleia Geral Extraordinária em PDF

Professores e professoras filiados/as à ADUFMS-Sindicato avaliam na próxima terça-feira 25 as contas da entidade dos meses de abril de 2014 a março de 2015, o balanço patrimonial e o demonstrativo de resultado do exercício do ano passado. A Assembleia Geral Extraordinária para discutir e votar esses assuntos começa às 13h30min simultaneamente em todos os campi da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Em Campo Grande ela será no Anfiteatro do Centro de Ciências Humanas e Sociais (CCHS). Para docentes dos demais campi, a Assembleia terá espaço em locais indicados pelas representações locais.

Nesta Assembleia Geral Extraordinária, os/as professores/as sindicalizados/as, além de analisar, vão decidir sobre o parecer do Conselho Fiscal da ADUFMS-Sindicato em relação aos itens citados anteriormente.

Ainda na terça-feira 25, após a Geral Extraordinária, docentes filiados/as e não-filiados/as fazem Assembleia Geral de greve para informes e encaminhamentos acerca dos próximos passos do movimento paredista da categoria na Federal de Mato Grosso do Sul, que terá nesta semana atividades no Centro de Campo Grande. Para os/as professores/as da Capital sul-mato-grossense, a Assembleia de greve será também no Anfiteatro do CCHS. A docência sindicalizada e não-sindicalizada lotada no interior fará essa última Assembleia nos mesmos espaços escolhidos para a Assembleia Geral Extraordinária.

Assessoria de Imprensa da ADUFMS-Sindicato  

Postado em Sem categoria Tag , , , ,