Organização sindical dos docentes e das docentes da UFMS

Unimed

Direção ADUFMS-Sindicato consegue reduzir reajuste médio de plano de saúde em 25,93%

As negociações da direção da ADUFMS-Sindicato com a Unimed nos anos de 2016 e 2017 sempre foram orientadas no sentido de garantir o menor reajuste para as/os associadas/os, sem perder a qualidade no atendimento oferecido. Em 2016 e 2017 a redução chegou 25,93% só na modalidade enfermaria.

No ano de 2016 a proposta apresentada pela operadora inicialmente era de 42% para enfermaria.

Após intensa negociação, a direção da ADUFMS-Sindicato conseguiu que  o  reajuste caísse 20% ficando em 22%. Dessa forma, a mensalidade na modalidade enfermaria saiu de R$ 403,13 para R$ 491,82.

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) fixou em até 13,57% o índice de reajuste a ser aplicado aos planos de saúde médico-hospitalares individuais/familiares no período compreendido entre maio de 2016 e abril de 2017.  O índice oficial serviu de base para negociação com a Unimed, que alegou a majoração de diversos procedimentos e reajustes acima do valor proposto pela ANS. Ficou acordado então o reajuste de 22%.

A versão apartamento apresentou em 2016 reajuste de 13,6%, com o valor fixado em R$ 997,92.

Em dezembro de 2017 a operadora apresentou a proposta de reajuste em 13,43% para as modalidades enfermaria e apartamento. Já na proposta de negociação ficou estabelecido o reajuste de 8% na enfermaria e de 7,5% na modalidade apartamento.

A ANS fixou em até 13,55% o índice de reajuste a ser aplicado aos planos de saúde médico-hospitalares individuais/familiares no período compreendido entre maio de 2017 e abril de 2018. Os valores ficaram abaixo do percentual autorizado pelo governo.

 

Assessoria de Imprensa da ADUFMS-Sindicato

Postado em Destaque com foto Tag , , ,

Unimed: ADUFMS-Sindicato negocia e consegue diminuir reajuste

20161109_170417A exemplo do que ocorreu em 2014 e 2015, a diretoria da ADUFMS-Sindicato negociou com a Unimed e conseguiu reduzir o reajuste de 2016 do plano de saúde. Na modalidade enfermaria a proposta inicial da operadora era majorar a mensalidade em 42%. Após exaustivas discussões, houve redução de vinte pontos percentuais, ficando em 22%, tanto para titular como dependente. A correção entrou em vigor em novembro deste ano. O valor passa de R$ 403,13 por pessoa para enfermaria para R$ 491,82.

As/os docentes e dependentes beneficiárias/os da versão apartamento tiveram reajuste de 13,6%. Atualmente valor pago da modalidade apartamento é de R$ 878,45. A partir de dezembro de 2016 sobe para R$ 997,92.

O número de professores/as filiadas/os tem reflexo direto no valor das mensalidades do plano Unimed conveniado à ADUFMS-Sindicato. Quanto maior o número de sindicalizadas/os, menores serão as taxas. É importante que o/a associado/a converse com seu/sua colega de trabalho e peça para que ele/ela entre em contato com a ADUFMS-Sindicato e se informe sobre as condições para novas adesões.

Cartões – As carteirinhas devem estar disponíveis na ADUFMS-Sindicato no prazo de 15 a trinta dias. Mesmo assim, o representante da Unimed, João Batista de Carvalho, garantiu que não haverá qualquer interrupção no atendimento em hospitais, laboratórios, consultórios e outros serviços cobertos pelo plano. Os/as atendentes do/a prestador/a de serviços de saúde devem solicitar autorização dos procedimentos pelo sistema da Unimed, via telefone. Para dúvidas e esclarecimentos, é possível entrar em contato com a Unimed pelos número 67 3389-2500.

Clientes HSBC – Neste mês, os/as professores/as que são clientes do banco HSBC e que autorizaram o débito automático do plano na conta corrente terão de pagar a fatura via boleto bancário, que já foi enviado por e-mail, ainda sem o valor do reajuste. Posteriormente, será enviado outro valor com a diferença a ser paga pelo/a associado/a. Caso não tenha recebido o boleto, entre em contato com a ADUFMS-Sindicato para que seja feito o reenvio.

Contatos ADUFMS-Sindicato:

67 3346-1482 e 67 3346-1514, 98406-9771

adufms@adufms.org.br

 

Assessoria de Imprensa da ADUFMS-Sindicato

Postado em Destaque com foto, Sem categoria Tag , , , , ,

Sindicato negocia com Unimed e consegue reajuste mais baixos de planos de saúde conveniados

A diretoria da ADUFMS-Sindicato, da mesma forma que em 2014, conseguiu negociar com Unimed Campo Grande percentuais menores de reajuste nos planos de saúde enfermaria e apartamento. Já em vigor, o novo valor da mensalidade da versão enfermaria foi majorado em 13%. O plano apartamento terá acréscimo de 9% a partir de dezembro deste ano.

Na modalidade enfermaria, a proposta inicial encaminhada pela Unimed Campo Grande era de 32,49% para a renovação do contrato, com o valor mínimo de reajuste fixado pela direção da operadora em 25,37%.

A direção da ADUFMS recusou o percentual e alegou a impossibilidade de manter o contrato com o reajuste proposto pela Unimed, encaminhando a contraproposta de 9,8%, tendo como parâmetro a inflação anual prevista por meio do Índice de Preços ao Consumidor (IPC).

Em resposta, a Unimed reduziu o percentual antes apresentando à direção do Sindicato para 19%, sob a alegação de que os preços vigentes no plano são extremamente especiais, além de serem fiscalizados pelo Conselho Fiscal da operadora e a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e estarem abaixo dos contratos participativos em âmbito municipal. Porém, com as justificativas apresentadas pela diretoria da ADUFMS-Sindicato, o reajuste da modalidade enfermaria foi fixado em 13%.

A mensalidade do convênio ADUFMS-Sindicato-Unimed Campo Grande, referente ao mês de novembro, foi debitada sem reajuste na conta dos/as sindicalizados/as que fazem parte do plano enfermaria. Isso ocorreu porque a negociação para elevar o custo do benefício que permite acomodações coletivas em hospitais e clínicas ainda não tinha sido concluída.

Como agora o Sindicato já concluiu a negociação do plano enfermaria, a diferença referente ao ajuste na mensalidade, neste mês, foi debitada no dia 11 de novembro, complementando o novo valor contratual.  A partir de dezembro, o novo valor da mensalidade será debitado integralmente.

O presidente da ADUFMS-Sindicato, professor José Carlos da Silva, esteve à frente dos entendimentos com a Unimed. O sindicalista apontou avanços em torno do índice que ficou próximo da inflação oficial.

Plano apartamento – A direção da ADUFMS-Sindicato também não aceitou a proposta inicial de reajuste do plano apartamento. Após negociação com a Unimed Campo Grande, conseguiu reduzir a majoração da modalidade apartamento de 13,72% para 9%.

 

Assessoria de Imprensa da ADUFMS-Sindicato

Postado em Sem categoria Tag , , , , , , ,