Referência em divulgação científica, ‘Nature’ declara apoio a Lula em editorial

26 out, 2022 Educação

Professores recebem homenagem em celebração ao centenário de Paulo Freire

A revista estadunidense Nature, uma das mais relevantes do mundo em relação a publicações científicas, lançou nesta terça-feira (25 de outubro) um editorial intitulado “Há apenas uma escolha no Brasil – para o país e o mundo”. No texto, o veículo declara seu apoio à candidatura de Lula para a Presidência do Brasil.

“Quando o Brasil elegeu Jair Bolsonaro como seu presidente há quatro anos, este jornal estava entre os que temiam o pior”, inicia a publicação, que segue classificando Bolsonaro como “populista” e afirmando que sua gestão é “desastrosa para a ciência, o meio ambiente, o povo do Brasil – e do mundo”.

A revista destaca a postura do presidente brasileiro frente à pandemia de Covid-19, citando as mais de 685 mil mortes, das quais mais da metade poderiam ter sido evitadas, além de compará-lo a Donald Trump. A Nature também afirma que “o Partido dos Trabalhadores fez grandes investimentos em ciência e inovação, fortes proteções ambientais estavam em vigor e oportunidades educacionais foram ampliadas”, além de classificar o Bolsa Família como “um sistema maciço de transferência de dinheiro para os pobres”.

A política ambiental dos governos petistas também foi elogiada. “O Brasil exibiu sua reputação de líder ambiental aumentando a aplicação da lei ambiental e reduzindo o desmatamento na Amazônia em cerca de 80% entre 2004 e 2012”, pontua a publicação, referência mundial em dados do tipo.

“Os eleitores do Brasil têm uma oportunidade valiosa para começar a reconstruir o que Bolsonaro derrubou. Se Bolsonaro pegar mais quatro anos, o dano pode ser irreparável”, finaliza a Nature. O editorial na íntegra, em inglês, pode ser conferido aqui.

Compartilhe: